Eletrodeposição de metais


 

            A deposição de metais pode ser feita por mergulho em metal fundido (hot dipping), condensação de vapor metálico, vaporização metálica (metal spraying) e eletrodeposição. Destas coberturas, interessam particularmente as obtidas por eletrodeposição, também chamadas revestimentos galvânicos.

 

            A eletrodeposição é o método mais importante para a produção comercial de películas protetoras. As coberturas por eletrodeposição são de espessuras mais uniformes do que as obtidas por hot dipping, menos porosas do que as vaporizadas, e de maior pureza. O método permite facilmente o controle da espessura da camada depositada.

 

            Os princípios fundamentais do processo são bem conhecidos. Na operação de eletrodeposição, a peça a ser tratada é considerada o cátodo de uma célula eletrolítica que contém uma solução conhecida como banho de deposição.

 

            De acordo com a Lei de Faraday para a eletrólise, a quantidade de todos os elementos liberados no cátodo ou no ânodo durante a eletrólise é proporcional à quantidade de eletricidade que passa através da solução. Desde que no cátodo íons hidrogênio sejam descarregados ao mesmo tempo em que os íons metálicos, a eficiência do processo pode ser, e geralmente é, menor que 100%. De qualquer modo, sob quaisquer condições, a espessura do depósito é proporcional ao tempo de deposição.

 

            A operação satisfatória de um banho de deposição requer o controle de, no mínimo, três variáveis, a saber: composição química do banho, temperatura do banho e densidade da corrente catódica. Estas variáveis exercem influência direta sobre o caráter do depósito e estão relacionadas entre si de tal forma que se uma delas for alterada dever-se-á alterar as outras.

 

            A preparação da superfície dos artigos sobre os quais se deseja efetuar eletrodeposição é extremamente importante para a obtenção de coberturas aderentes, compactas e homogêneas. Inicialmente é fundamental para o êxito da deposição que a peça esteja perfeitamente limpa.

Anúncios

18 Respostas para “Eletrodeposição de metais

  1. Mauro Agenor Dal Belo 29 de março de 2010 às 10:28

    Estou começando um negocio de eletrodeposição de cobre e gostaria de saber se existe algum curso especifico que eu possa fazer ou alguma literatura disponivel sobre o assunto.

    Grato
    Mauro

  2. Lucas 6 de abril de 2010 às 10:10

    Estou fazendo um trabalho em meu tecnico de química, e escolhi o tema “eletrodeposição”, drika se pudesse me mandar mais materias sobre o assunto, algumas literaturas utilizadas ficaria grato.

    Lucas

  3. Lucas 6 de abril de 2010 às 10:12

    A e gostaria também de agradecer,
    pois esse material já disposto no site, tá uma beleza.. hehe!!

    OBRIGADO, vc ajuda e mto “alunos” como eu!!

  4. Luis de Camargo Neto 26 de maio de 2010 às 08:23

    Esotu necessitando, alguem que faça ou conheça quem trabalha com eletrodeposição de bronze.
    Agradeço a atenção

  5. Henrique Sparrenberger dos Santos 9 de julho de 2010 às 14:43

    Olá Drika. Parabéns pelo assunto do blog, é todo muito bem descrito e de grande esclarecimento.
    Sou estudante de engenharia, e estou procurando bibliografias sobre este tema também. Principalmente nos processos de eletrodeposição de metais por meio de eletrólise. Se puderes, poderia me informar alguns livros de estudo?
    Obrigado

    Henrique

  6. walter 18 de setembro de 2010 às 16:42

    Oi Drika primeiro que tu es mui bela mas entrei em seu blog a procura de trocas de informações a respeito de condensação entre metais e consequentemente sua eletrodeposiçao na pratica isso ocorre na natureza nas mas variadas formas a saber como nas descargas eletricas nos raios e trovôes e nas zonas do fogo como os vulcões mas veja so estou em um trabalho pela UFMT em que realizamos a condensaçaõ entre metais e obtemos um precipitado esse é o nosso foco atravez dele daremos sequencia em novos revestimeno de proteção metalica. mas desde ja agradeço por seu trabalho Sucesso.

    • DRIKA 8 de outubro de 2010 às 12:30

      Olá Walter. Desculpe a demora em responder, mas perdi meu acesso ao blog e só retornei hoje. Infelizmente não poderei ajudá-lo. Fiz este trabalho para minha iniciação científica mas não dei continuidade aos estudos, preferi seguir outra área para trabalhar.

  7. Ana luiza 14 de outubro de 2010 às 15:19

    Olá,
    gostaria de saber se você tem referências sobre a eletrodeposição de chumbo, zinco ou níquel. Faço curso técnico em Química do CEFET e precisava saber desse assunto.

    Obrigada desde de já!!
    Ana Luiza

  8. Jonathan Henrique Brandollini do Prado 14 de outubro de 2010 às 20:14

    ola

    estou fazendo um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) da Fundação Indaiatuba de Educação e Cultura (FIEC), onde eu fasso o curso de Química, o tema da classe é sobre galvanização de polimeros, o trabalho vai abordar desde a galvanização´, polimeros, galvanização de polimeros até questões ambientais.

    Resumindo, estava pesquisando sobre eletrodeposição e gostei muito do seu texto mais é preciso a bibliografia ou se vc retirou todo o conteudo de um artigo cientifico, eu gostaria que você entrasse em contato por email, se possivel para me passar o conteudo, e como é um TCC é necessario toda a bibliografia, fotos etc.

    Muito Obrigado desde já

    ps: j.h_brandollini@hotmail.com

  9. Jonathan Henrique Brandollini do Prado 21 de outubro de 2010 às 20:56

    ola novamente, agradeço pelo material mandado ele foi muito util

    gostaria de saber se vc tbm tem algum material sobre galvanização de polimeros, como é um assunto muito novo está muito dificel encontrar artigos que falem desta pratica, e quando achamos algo, é impossivel encontrar na faculdade onde foi feita, e tam´´em é muito dificel encontrar em qualquer outro site

    agradeço desde já

  10. Jeferson Pereira Leal 12 de novembro de 2010 às 13:19

    Alguém sabe onde posso encontrar cobre ou níquel revestido com: Tântalo, nióbio, zircônio, titânio?

  11. Clayton 4 de dezembro de 2010 às 18:34

    Oi Drika

    Muito bom seu blog, poderia me enviar as bibliografias desse texto?

  12. joao santos 20 de maio de 2011 às 20:36

    ora viva! alguem me pode explicar o processo de eletrodeposicao? em niquel? ou a outra substancia de tonalidade amarela usada normalmente na industria que nao sei o nome cientifico. obrigado.

  13. Eduardo 8 de setembro de 2011 às 15:18

    Oi Adrielle. Muito bom o seu texto. Estou fazendo um trabalho sobre este assunto… Você saberia me dizer como se calcula a eficiência do processo de eletrodeposição assim como o cálculo da espessura de depósito obtido?
    Se tiver como mande para mim o material sobre o assunto o qual vc refere nas suas respostas.
    Grato.

  14. maria emilia 28 de novembro de 2011 às 00:11

    Necessito saber se é possível eletrodeposição de ouro sobre cobre.

  15. Alessandro Alves 9 de janeiro de 2012 às 10:10

    Bom dia..Muito bom o Texto.
    Trabalho com galvanoplastia a alguns anos
    Sou técnico em Química e curso graduação em Quimica
    Trabalho com assistencia Para banhos galvanicos e venda de produtos químicos
    Se eu puder ajudar am alguma coisa.. pode pedir..
    Parabens pelo trabalho

  16. Jefferson da Mota 14 de março de 2012 às 18:41

    Muito bom essa explicação… Me ajudou muito no meu seminário se Química… Beijão!! 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: